estabelecendo limites com seus clientes

Estabelecendo limites com seus clientes é, em grande parte, você tentar ser bom na tratativa com as pessoas. Você deverá se preocupar com a forma como você lida e se comporta com outras pessoas.

Quando você é apresentado a um cliente em potencial, há automaticamente um tipo de facilidade em seu relacionamento; já há algo em comum entre vocês dois.

Essa facilidade, no entanto, pode agilizar sua tratativa rapidamente ou dificultarem seu caminho para o término de uma negociação.

Uma lição importante no gerenciamento de clientes é que seus clientes não são seus amigos. Eles são seus clientes. E quanto mais amigável for esse relacionamento, menos provável será que o projeto corra bem.

Definindo limites

Qual valor você acha que possui para seu cliente?

Como freelancer, você tem um certo conjunto de habilidades. Mas, às vezes, os clientes procuram mais: alguém que consiga se comunicar da mesma forma que eles, que possam desabafar ou até mesmo compartilhar boas situações.

Na fase de negociação, cabe a você afirmar seu papel e determinar as regras. Mas isso pode não ser suficiente.

Ao longo do projeto, você precisará continuar se posicionando. Quando os clientes lançam um trabalho extra em um projeto, é um ótimo exemplo que o cliente está ultrapassando os limites. Quando um cliente percebe você como alguém que não diz não, ele não tem medo de pedir mais.

Para conseguirmos ter respeito com nossos clientes, temos de ser claros sobre os limites que existem nessa relação.

Três dicas

Se você não tem a menor ideia de que tipo de limites estabelecer, te recomendo o seguinte:

01 – Horário.

Pense em suas horas de folga como uma espécie de férias reduzidas. Assim que chegar em casa ou parar de trabalhar em um dia útil, aquele horário após você ter parado é seu, só seu. Seu final de dia é para ser desfrutado. Tente esquecer o resto dos problemas e mantenha eles à distância.

02 – Descreva.

Faça a descrição do seu projeto, de forma que você consiga entender todo o escopo que você se comprometerá em entregar. Quando os clientes tentarem adicionar algum trabalho extra, sem falar em pagamento extra, isso é chamado de escassez de escopo – e é uma coisa realmente ruim de se fazer. Este é o seu sustento, cara. Não tenha medo de perguntar sobre valores.

03 – Como você pensa que as pessoas se comunicarão com você?

Como você acha que sua aparência afeta a forma como seus clientes conversam com você? Eles costumam falar muito da vida deles? Eles são mais diretos ao ponto? Eles se sentem desconfortáveis?

Caso você seja muito amigável, pode ser que a conversa sempre se volta para assuntos fora do âmbito do trabalho.

A maneira mais fácil de lidar com isso é você sempre tentar retornar a conversa para o assunto principal: fechar o negócio.

Diga aos seus clientes o que você quer

Você já pensou que alguém estava interessado em você mas na verdade só queriam ser seu amigo?

Imagine quando você está sentado com o seu cliente e você acaba sendo tratado mais como um contato profissional do que algo concreto como o fechamento de um trabalho. Você estará perdendo seu tempo e por mais que vocês esteja ali para fechar algo, se ele mostrar que só quer aumentar a sua networking, será uma experiência muito decepcionante. Reassuma a liderança da conversa mas não exclua o cliente da sua vida. Mantenha as portas abertas para o futuro.

Os riscos

Definir limites é também se valorizar enquanto profissional. Seu cliente possui inúmeras opções no mercado que simplesmente farão o que ele bem entender. Não é apenas estranho no início, pode ser arriscado também. Seus clientes podem não gostar dessa sua nova forma de agir e sua nova abordagem.

Porém, se você tiver clientes que não respeitem seu posicionamento profissional, você provavelmente não será valorizado e acabará sendo deixado de lado. Porque? Pois a cada ano surge um menino de 18 anos que sabe fazer o trabalho tão bem quanto você.

O objetivo é definir seus limites, não manter os clientes alinhados. É criar um negócio sustentável em que seus clientes respeitem suas habilidades, seu tempo e que você consiga oferecer o melhor serviço possível a eles.